Daisypath Anniversary tickers

Daisypath Anniversary tickers

quarta-feira, maio 7

Depois dizem que sou eu... que sou impaciente

E não deixa de ser mentira, sou bastante.
Mas o caso aqui é diferente.

Como sabem eu não trabalho.
Todo o dinheiro que me derem, é bem vindo.
Normalmente o dinheiro fixo que sei que recebo é no Natal e nos meus anos. Na Páscoa também me dão, mas muito menos.
Esta Páscoa não foi excepção. Recebi 10€.

Qual não é o meu espanto quando soube que a mim e à minha irmã deram 10€ e ao meu irmão, 20€.

Isto não me espanta, o dinheiro ser mais para um do que para outro, o que me espanta é o motivo.

Pois que supostamente, ele merece receber mais dinheiro porque..... É homem!
Sim, leram bem, é homem.

Ora ele recebe ordenado porque está a trabalhar, não paga contas em casa, só as dele e mesmo assim ainda lhe dão dinheiro para a gasolina e ainda lhe dão dinheiro "por fora" que é sempre mais do que me dão a mim.... porque ele é homem!

Eu acho isto de uma injustiça!

Eu para receber "dinheiro por fora", tenho que fazer algo.
Se limpar a casa ou passar a ferro, recebo uns troquitos. Bem sei que ninguém tem obrigação de me dar dinheiro, mas mais uma vez, eu não trabalho e todo e qualquer dinheiro que me possam dar, é bem vindo.

Mas eu tenho sempre que fazer algo e aliás, segundo eles, é a minha obrigação.

O meu irmão, pelos vistos, pode ter tudo, porque teve a dádiva de Deus, a sorte, o milagre, de ter nascido homem na família certa.


11 comentários:

Maria disse...

Infelizmente não é uma situação invugar:))!
Beijinhos
Maria

Marisa Reis disse...

Isso é injusto tanto para ti como para a tua irmã, não deveria haver preferidos, ou se gostam mais dele não o deviam demonstrar dessa forma :( Olha não ligues que só te faz mal.

PINTA ROXA disse...

Tenho uma diferença de 11 anos do meu irmão por isso nunca posso fazer comparações como essa tua, mas o que havia para fazer tinha de ser feito e nunca houve "pagamentos" para nada.
O unico pagamento que tinhamos era "porrada" e más palavras muitas vezes a torto e a direito...( do meu pai) da mãe não... enfim

Selene disse...

Ui... é o meu pior defeito! Impaciência é cmg!

ádescávir disse...

"Diz-me se tens pila e eu dir-te-ei quanto dinheiro recebes". Ah nunca tinhas ouvido este ditado? Nem eu, mas calha mesmo bem.

Opinante disse...

Mentalidades...

Te disse...

Estou como a Pinta, quando morava com a minha mãe o que havia para fazer fazia-se sem essas coisas de receber alguma coisa por isso. Desde limpar, tratar da roupa, tomar conta dos irmãos, nada disto era pago.

Afinal eu também morava lá em casa logo parte da "sujeira" também era minha, além disso como não trabalhava não me custava nada fazê-lo e nunca pedi que me pagassem, mesmo que pedisse a minha mãe ia dizer-me tal como a tua "que é parte da minha obrigação".

Quanto à diferença no valor, não é o mais correcto mas deixa lá isso, são só 10 euros, não vale a pena chateares-te por isso...

Beijinho.

estrela disse...

não me digas que ainda se pensa assim???????? será que nunca nos vamos livrar dessa "raça de homens"!!!
A série Grimm só me ocupou os sonhos na 1ª noite mas agora já vejo e não influencia!!!foi só a 1ª vez!!!!

Te disse...

Pois, não tinha percebido que só tu é que fazes.

Realmente eu fazia as coisas sem a minha mãe me pagar nada e claro que quando queria alguma coisa tinha de lhe pedir. Normalmente ela dava-me o que eu queria se estivesse dentro das possibilidades e se não achasse que eu estava a pedir um disparate qualquer. Quando eram coisas mais caras tinha de ser eu a juntar dinheiro do Natal ou dos anos que a restante família me ia dando.

Chegar e pedir lá em casa também não funcionava, tinha de explicar porque queria o dinheiro e para quê e se tivesse feito "asneiras" recentemente a minha mãe dizia não porque "eu não merecia". Mas penso que isto seja mais ou menos a educação normal que os pais dão (castigos).

Em relação a seres a única a fazer as coisas ai em casa, isso também não acho certo, todos sujam então todos limpam. Claro que quando passas mais tempo em casa porque não trabalhas tens mais disponibilidade para fazer as coisas que a restante família (que era o que acontecia comigo) mas TUDO SOZINHA também não acho correcto. Tudo o que eu fazia a minha irmã também fazia.

Agora com o meu irmão mais novo é diferente mas como temos 16 anos de diferença e todas lá em casa o enchemos de mimos não se compara com a tua situação. :-)

Te disse...

Desculpa lá o testamento... :-)

A Loira disse...

Infelizmente ainda há pessoas a pensar assim.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...