Daisypath Anniversary tickers

Daisypath Anniversary tickers

sábado, março 17

17. Frase/Poema

Frases, tenho estas que, até por acaso ando a pensar em fazer uma tatoo com a última:


Hapiness isn't good enough for me! I demand euphoria!
Liberdade é pouco... O que eu quero ainda não tem nome.
Senhor, guie os meus passos.



Poema... Acho imensa piada a alguns poemas do Joaquim Pessoa, gosto de alguns poemas do Fernando Pessoa... Entre outros

Este do Pessoa, adoro:

O Amor, Quando Se Revela



O amor, quando se revela,
Não se sabe revelar.
Sabe bem olhar p'ra ela,
Mas não lhe sabe falar.

Quem quer dizer o que sente
Não sabe o que há de dizer.
Fala: parece que mente
Cala: parece esquecer

Ah, mas se ela adivinhasse,
Se pudesse ouvir o olhar,
E se um olhar lhe bastasse
Pra saber que a estão a amar!
Mas quem sente muito, cala;
Quem quer dizer quanto sente
Fica sem alma nem fala,
Fica só, inteiramente!


Mas se isto puder contar-lhe
O que não lhe ouso contar,
Já não terei que falar-lhe
> Porque lhe estou a falar...

Fernando Pessoa


E ficam aqui com um texto giro que também gosto bastante:


Luis Fernando Veríssimo:

Minha mulher e eu temos o segredo para fazer um casamento durar:
Duas vezes por semana, vamos a um óptimo restaurante, com uma comida gostosa, uma boa bebida e um bom companheirismo. Ela vai às terças-feiras e eu, às quintas.
Nós também dormimos em camas separadas: a dela é em Fortaleza e a minha, em SP.
Eu levo minha mulher a todos os lugares, mas ela sempre acha o caminho de volta.
Perguntei a ela onde ela gostaria de ir no nosso aniversário de casamento, "em algum lugar que eu não tenha ido há muito tempo!" ela disse. Então, sugeri a cozinha.
Nós sempre andamos de mãos dadas...  Se eu soltar, ela vai às compras!
Ela tem um liquidificador, uma torradeira e uma máquina de fazer pão, tudo elétrico.
Então, ela disse: "nós temos muitos aparelhos, mas não temos lugar pra sentar".
Daí, comprei pra ela uma cadeira elétrica.
Lembrem-se: o casamento é a causa número 1 para o divórcio. Estatisticamente, 100 % dos divórcios começam com o casamento. Eu me casei com a "senhora certa".
Só não sabia que o primeiro nome dela era "sempre".
Já faz 18 meses que não falo com minha esposa. É que não gosto de interrompê-la.
Mas, tenho que admitir: a nossa última briga foi culpa minha.
Ela perguntou: "O que tem na TV?"
E eu disse: "Poeira".


2 comentários:

ádescávir disse...

AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHH! Adorei este último!!

Bom fim de semana querida! :D

Xs disse...

Não tenho nenhum poema especial!

O único que mais gosto é o "Amo-te", dito todos os dias!
:)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...