Daisypath Anniversary tickers

Daisypath Anniversary tickers

sexta-feira, março 2

2. Mãe/Pai

Ora como expliquei não vou colocar fotos, mas posso falar um bocadinho =)

Talvez deixe muita gente chocada ou não mas em relação ao pai.... Nós não falamos há mais de 7 anos.
Não é uma coisa que me orgulhe, mas são coisas da vida! E sim, antes que perguntem, vivemos na mesma casa! Nem sempre é fácil pois não são trocadas quaisquer tipo de palavras... Mas cá me vou aguentando. De início foi complicado, quando tudo aconteceu, pois ele era quem me apoiava mais nas minhas coisas de menina..... Mas mais uma vez, com o tempo, habituei-me a esta situação.

Nunca lhe desejei mal e não desejo! E de certeza que se algum dia algo acontecer, eu irei sofrer muito, mas simplesmente não se manda para trás das costas 7 anos de silêncio... Neste momento acho que já seria complicado era falar... Complicado não, estranho!
Mas como é claro, não vou dizer os motivos dos problemas...

Passando à mãe, nem sempre foi um apoio, mas é a minha mãe e faço tudo por ela! Tem uma mente muito fechada que me dá cabo do juizo (e eu já tinha dito que ficava para outro post e ainda nada =P) e apesar das muitas discuções que temos (também em parte por causa dessa mentalidade) faço-a rir muito! E fazemos muitas coisas juntas! Sei que ela também faz tudo o que pode e o que não pode para me ver feliz. A mim e aos meus irmãos.
Dizer mais o quê? É minha mãe e gosto muito dela! Sem ela a minha vida não fazia mais sentido!
Tenho pena às vezes da mentalidade que ela tem e das muitas discuções que temos, mas com o passar do tempo, pode ser que ela vá mudando! =)

É a principal pessoa que eu ajudava caso comecasse a trabalhar ou ganhasse algum dinheiro... É a pessoa que mais dá e a que menos pede/recebe/tem.
Tenho muito orgulho na minha mãe!

7 comentários:

Cacau disse...

é preciso muito estomago, para uma situação dessas com o teu pai, especialmente vivendo na mesma casa. Acredito que deve ser muito dificil, e terás os teus motivos! Força! Beijinho*

Elaine Figueira disse...

É preciso muita paciência para que tudo dê certo e fiquem em paz.

Seria interessante você lutar por sua liberdade, trabalhar, apoiar sua mãe. Tudo a seu tempo! Espero que tudo fique bem! Muita força!

ádescávir disse...

Ai rapariga, que cena =( eu já estive alguns dias sem falar com o meu pai, mas acabamos sempre por ceder e voltar a falar.
Gostava que tudo se resolvesse com vocês =)

Beijinhos!

Xs disse...

Estou a ver que há muita gente a responder a este desafio! Já passei por vários blogs e tinham todos!

Dreia disse...

Linda durante 2 anos estive sem falar com o meu pai enquanto vivi sob o tecto dele, não me recordo exactamente as razões mas creio que deve ter sido por ele me ter dado uma tareia porque estava bêbedo... e como já andava na universidade não tolerei, não pude abandonar a casa dele porque não tinha para onde ir.
Voltamos a falar pk no fim da universidade eu tive um acidente de carro e nestas alturas mudamos muito... deste então retomamos a boa relação que tinhamos antes apesar de nem sempre ser pacifica!
beijinho

Vânia disse...

de facto é uma situação muito complicada a tua, admiro a tua determinação para conseguires enfrentar isso todos os dias. quanto à tua mãe acho que as mães são sempre mais fechadas com as filhas, eu e a minha discutiamos muito, desde que me juntei e passámos a viver separadas a nossa relação mudou muito e para melhor:-) vai acontecer o mesmo contigo:-)

Sini disse...

Que situação... :( não deve ser nada fácil viveres assim :(

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...