Daisypath Anniversary tickers

Daisypath Anniversary tickers

quinta-feira, outubro 3

A sério? Querem falar sobre isso?

Mais uma vez, nem sei bem que nome hei-de dar ao meu próprio post.
E mais uma vez, não vou ser nada correcta. Farta de falsos moralistas estou eu e eu não sou nada assim.

Tenho para dizer? Ora de maneira mais ou menos fofinha, digo tudo.

E o que me trás aqui hoje?
Filhos basicamente. Mas não os meus que não os tenho, mas o dos outros.


Que porra de ideia é esta de:

Somos pobres.
Eu e o meu marido não temos trabalho, nem temos como nos sustentar.
Já temos 2 filhos e repito, somos pobres.
O que vamos fazer?
Bora ter mais 1,2,3,4,5 filhos, seja o que for!

Mas porra, se já eram tão pobres, se já passavam fome, querem mais filhos para quê mesmo?
Não têm uma tv para ver? Soninhos para pôr em dia?
Não, qual quê, toca lá de ir mas é fazer filhos.

Por favor, expliquem-me, que ideia é esta?
Sou só eu que penso que, se já sei que eu e o meu marido não nos conseguimos sustentar e andamos a passar fome, não deveríamos ter filhos? Principalmente se já tivermos 1 ou 2?
Sou só eu que acho ridícula esta situação?

E pior! Somos mesmo pobres, já tive 3 filhos e já me foram todos retirados pela segurança social. O que vou fazer?
Ter mais um! Para igualmente me ser tirado.
Desculpem, mas não entendo!

Tudo bem, quem queira mesmo ser mãe e é mesmo importante e não queira por nada desistir dessa ideia. Já sei a bela da situação de que não podemos estar à espera de ter estabilidade para termos filhos, se não, nunca os temos, mas mesmo assim...
Se já passamos fome, vamos ter um filho para passar fome connosco, mas assim, sempre temos mais companhia?
Ou se já temos um filho e já não temos condições nenhumas para nada, vamos ter outro?

Juro isto não entra na minha cabeça.

Ou sou eu que por não ligar muito a crianças não estou a ver bem a coisa ou não sei mesmo...

4 comentários:

ádescávir disse...

Aiiiii, aqui estava um tema que podia debater contigo taaantas longas horas... podemos guardar esta conversa para quando estivermos juntas??

Karina Alves disse...


Infelizmente é o que se vê mais hoje em dia linda! :( O meu sobrinho foi logo retirado da mãe biológica porque esta já tinha tido vários filhos (também já retirados) e estava grávida de mais um. :(
Foi logo para uma instituição e foi adoptado com 2 anos de vida pela minha mana. :) :) As pessoas la querem saber disso.... Estamos num mundo onde as pessoas só pensam nelas próprias. :(

Beijinho***

Maria disse...

Olha...compreendo muito bem o que dizes...mas lidei com muitas dessas famílias do tipo que falas e a coisa requer uma análise mais profunda...o que para nós é evidente, para eles com um passado e experiências de vida totalmente diferentes não é...e garanto-te é um assunto muito mais complexo do que parece!
Bjs
Maria

cosmos disse...

Eles (os pobres) é que são espertos: quando chegarem à velhice têm uma equipa de soldados (filhos) para os sustentar. Se alguns pelas circusntâncias de vida lhes virarem as costas, fizeram uma margem de manobra grande.

É assim que entendo algumas pessoas terem muitos filhos quando não têm condições nem para criar UM. Estão a ser egoístas e a precaverem a velhice. É tudo. Descobri isso quando uma mulher ex residente da casa dos segredos 1 engravidou assim que saiu do programa. Estava a lutar pela custódia de um filho, engravidou de outro e de um homem que não lhe era nada, e depois de ter esse ainda repetiu a façanha!

E o tempo todo, em risco de perder qualquer um para os tribunais. Ora, o que uma mulher destas que já não tem nada, nem homem, pode querer? Criar uma prole para a sustentar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...