Daisypath Anniversary tickers

Daisypath Anniversary tickers

segunda-feira, maio 25

Do fim-de-semana

Foi mais ou menos como o planeei.

Sexta saí daqui ainda mais tarde que o normal. Já devia ser 1h da manhã.
O namorado esteve a trabalhar e claro, eu aproveitei e fui avançando com as minhas coisas e com a comida para o dia a seguir.
Foi mesmo chegar a casa e ir dormir.

Apetecia fazer tudo, mas o "medo" de ficarmos demasiado cansados estava quase a estragar os planos.
Ainda bem que não o fez!

Sábado combinou-se com os amigos Ádescávir e namorado para irmos à praia. A ideia inicial era ir para longe mas acabámos por ficar perto e valeu bem a pena =)
A praia nem estava muito cheia o que foi mesmo muito estranho e o dia estava excelente.
Tão excelente que vim de lá meia vermelhita. Mas sem dores!

Ainda fomos os 4 comer uns geladitos e ainda se tirou umas fotos =P

Depois da praia e todos porcalhões, fomos visitar um casal amigo que teve uma menina há 1 semana.
Mesmo minúscula =P
E não, não peguei nela, mas pegou o namorado e medo, que falta de jeito mesmo =P

Depois das visitas feitas, fomos para casa comer o resto da comida que sobrou da praia e xixi cama. Estávamos mortos!
E claro, no dia a seguir, lá tínhamos nós que acordar cedo e ir fazer o dito trail.


Acordámos às 6h da manhã e por acaso até nem estamos assim com tannnto sono. Mas havia sono. lol
Saímos da zona às 7h, já com a "equipa" toda.
Às 8h, estávamos em Alenquer, para a dita prova, que ia começar às 9h.
Sem aquecimento nem nada, eram 9h e começou a corrida.

Juro-vos, basicamente não poderia ter corrido pior.
Não tenho preparação para correr 15km, muito menos em montes cheios de subidas e afins.
Mas lá fui eu. Corria, parava e corria de novo e parava...

A "equipa" do namorado começou logo toda em grande força e eu a ficar para trás.
Falam tanto da equipa mas uns iam bastante à frente, ninguém esperava por ninguém...
A 5km do trail, houve um qualquer erro e nós cortámos caminho. 1 km. Nada mau =P
Passámos à frente de muita gente e acabámos por encontrar de novo alguns elementos da equipa.



Um casal tinha ficado para trás no meio disto tudo, à espera que o namorado e eu chegássemos, mas como houve o tal corta mato, perdemo-los.
O namorado disse para eu ir andando com 2 da equipa enquanto ele ia chamar os outros.

Até aqui tudo correctíssimo.
Até que, passados nem 500m do namorado me ter deixado com estes dois membros da equipa, eles começam a correr e cagam bem para mim.
A sério, foi magnífica e dum respeito, brutais.

Resumindo, dos 15km do trail, fiz alguns 8 sozinha.
Completamente sozinha.
Não esquecer que aquilo era no meio do mato e tinha um medo de me perder que era uma coisa parva, não esquecer havia bichos por todos os lados. Não esquecer que estava um calor abrasador...

Tive pela 1ª vez um ataque de pânico ou sei lá, pois até o ar me faltou.
Não sei se do esforço, se dos nervos, se de estar sozinha e ter medo, se de tudo junto, mas senti-me para lá e mais uma vez, estava sozinha.

Não fosse de vez em quando algumas pessoas que iam passando e eu não sei como teria sido, já que havia partes em que era preciso saltar por cima de água, numa outra enfiei-me num buraco e valeu-me um senhor que me levantou e por aí...

Admito que pensei desistir.
Aqueles pseudo ataques, o estar sozinha, o calor, o desrespeito que foi, quase fizeram mesmo com que eu desistisse.
Mas não desisti. Continuei a andar.
Sei que fiz os 15km em 2h40. Nada mau. Os outro que me deixaram sozinha fizeram em 2h20. Uau, que atletas para não terem esperado.

Sei que faltavam para aí 3km e finalmente o namorado apareceu ao pé de mim, Já me tinha visto à muito que eu estava sozinha e veio a correr para me tentar apanhar e mesmo eu a andar, pelos vistos vim a toque de caixa, pois ninguém estava à espera que fizesse tantos kms sozinha.

Neste momento estou cheia de dores no corpo mas estou viva =P
Fiquei chateada com a situação da "equipa" e para mim, nunca mais. Fora de questão mesmo.

Banhinho tomado e almoço almoçado =P era hora de voltar para casa.
Chegámos a casa e deita-mo-nos mesmo sem adormecer. Estávamos mortos!


E por aí, que se fez?

6 comentários:

Zulmira Romariz disse...

Imagino Claudia, depois dessas peripécias só dormir ou descansar
resulta, beijo e boa semana

Pérola disse...

Até fiquei cansada com tanta atividade.

Beijinhos

Boa semana!

Sónia Miranda disse...

Bolas, sozinha é que não te deviam ter deixado.

CM disse...

Catano, que até eu fiquei cansada! Olá, minha Cláudia!! :)

PS- 15 kms já é coisa para os quase profissionais...

Inês Direito disse...

Ai também quero ir à praia ainda não fui! Opah que raio de ""equipa"! Isso não se faz! Foste super corajosa! Parabéns!
beijinhos
http://direitoporlinhastortas-id.blogspot.pt/

ádescávir disse...

Eu tinha morrido. Mas antes garanto que matava alguém, ai matava mesmo. Isso fez-me lembrar (ainda que não seja a mesma situação) quando andava na faculdade, uma vez uma colega deu boleia a mim e a um colega. Deixou-nos ali no Campo Grande, eram quase 00h. E íamos os dois para o metro, quando de repente o rapaz desata a correr em direcção ao metro e deixa-me sozinha, no meio da rua! A sério, apeteceu-me sei lá o quê! Só sei que depois veio noutro dia a dizer que tinha pressa... Nunca mais me apanharam noutra!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...