Daisypath Anniversary tickers

Daisypath Anniversary tickers

sexta-feira, janeiro 6

Desabafo

Já sei que vocês estão fartos das minhas lamentações.
Mas aguentai-vos.

Não posso estar sempre a mostrar fotos de polícias =P

Mas hoje é mais uma coisa sobre o Natal e de resto, espero só cá passar para vos mostrar mais prendas, se é que é possível =P

Este Natal a mana conseguiu marcar férias e foi ela que tratou da casa toda.
Eu apenas dei uns retoques e umas limpezas superficiais.

Fiz os doces e ela ajudou-me no que conseguiu.

Com tudo feito a tempo e horas, mesmo sabendo que o meu avô está acamado, o meu queridíssimo (not) pai não deu tréguas.

Porque nunca nada é suficiente.

Porque fartou-se de falar mal do meu avô, ora porque não anda rápido, ora porque está a fazer fita, ora porque está ao pé de nós...
Porque mesmo tendo tudo da minha mãe, continua a criticá-la e a tratá-la como empregada e a criticá-la por ela supostamente ser "empregada" do pai quando na realidade é "empregada" do marido...
Porque esteve sempre sentado no sofá, sem fazer nada, sem ajudar nada, só ali, "existindo" com o seu ódio e criticando e gozando com tudo e todos.
Porque pelos vistos eu falar continua a meter-lhe nojo e se a minha estupidez pagasse imposto...

E eu dizia "cá calharás"...

Porque o cá calharás, para quem não o conhece, é um gajo lixado.

Porque o cá calharás, aquilo que semeias é aquilo que colhes.

Porque o cá calharás, é ele estar a ficar velho e é o que acontece com todos nós, e ele poder vir a precisar de alguém que trate dele e eu ter a certeza quase absoluta que todos lhe virarão as costas.

Porque o cá calharás é ele ter quase plena noção, ou então faz-se de parvo, se acha que a minha mãe o vai apaparicar como ao meu avô, que é bem mais fácil de tratar/cuidar/mudar/pegar ou se acha que vai ter os filhos/netos a tratarem dele...

Porque o cá calharás, é provavelmente uma das muitas pessoas que ele odeia (eu) ser a única que se vai preocupar minimamente em que ele consiga algo da vida miserável dele...


6 comentários:

Chic' Ana disse...

Pois, estou a ver que realmente não foi fácil...
Coragem e força!
Beijinhos

m-M disse...

Como te compreendo...
O pai do m-R é muito parecido e eu já dei por mim a pensar isso, muitas vezes... :/

Força***

Isa Sá disse...

Pelos vistos não é fácil...


Isabel Sá
Brilhos da Moda

pequenasvontades disse...

Sinto-me tão triste que tenhas essa relação e posição relativa ao teu pai. Mas como sempre ouvi dizer "até para ter um Pai é preciso ter sorte".
Beijinho e força!

Elisabete disse...

Não escolhemos os nossos pais e com a idade, pioram por vezes.
Muita paciência e força!
Bjs

*X disse...

E eu tenho a certeza que vais lá estar para ele.O meu avô paterno era mau, muito mau, era mau marido, mau pai e uma mau avô.Foi uma pessoa horrível em vida, infelizmente a minha avó faleceu primeiro que ele. Mas o meu pai sempre tratou dele até ele falecer( quis o destino que fosse atropelado) e nunca lhe faltou com nada.Admiro muito o meu pai por nunca lhe ter virado às costas.
Beijinhos e muita força.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...