Daisypath Anniversary tickers

Daisypath Anniversary tickers

quinta-feira, janeiro 18

Funk

Esse mesmo. Música brasileira.

Porque se fosse para ficar mais culta, eu lia livros, perdoem-me as más línguas, mas para me animar os dias de trabalho, nada como um funk.

Do mais ordinário ao mais engraçadinho, oiço quase tudo.


Asneiras, muito sexo à mistura e batidas duvidosas, não fazem de mim mais culta, menos culta, mais isto ou menos aquilo.

Porque também oiço de tudo, mas nada como uma músiquinha (ou barulhinho) mais "atrofiado" para pelos menos me fazer rir.

Admito. Há músicas da porra.
Não lembram ao menino Jesus.
E ver crianças a cantar algumas coisas é só estranho.

Mas anima-me.

E melhor, identifico tanta gente à minha volta quando as oiço... 😆


4 comentários:

Cynthia disse...

Tudo verdade e assino por baixo ;) música não serve só para nos tocar o coração e ser toda ela cheia de letras repletas de significado... mas também apenas para nos animar o espírito!

Alexandra Soares disse...

E um heavy metal? Há mais levezinhas, mais pesadas. É bom para abanar também! ahahhahaha

m-M disse...

Eu parto-me a rir com as letras engraçadas!

Beijinho,

pequenasvontades disse...

Não é um género que goste bastante mas há músicas que ficam no ouvido e durante o dia lá vou cantando =)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...