Daisypath Anniversary tickers

Daisypath Anniversary tickers

quinta-feira, abril 18

Do inglês

Eu sempre fui uma excelente aluna em Inglês.
Até ao 9º ano, tinha sempre as melhores notas e percebia daquilo como gente grande.

Até que, chegada ao 10º ano, não é que eu tenha emburrecido, mas por causa de uma má professora, o meu inglês desceu considerávelmente de nível.
Eu escrevia algo, ela corrigia os erros. Eu corrigia os erros e voltava lá de novo para ela ver. Ela voltava a corrigir os erros..... Mas os erros, já eram os dela!
Ela passava a vida a fazer isto!
Corrigia vezes e vezes sem conta os erros... DELA.

Comecei a dar bastantes erros em inglês e neste momento, vejo-me um bocado à rasca para escrever sem erros. Muitas coisas não sei e outras nem me lembro.

Na faculdade ainda tive inglês, mas o básico, pois havia muita gente que nem o básico sabia. Não sabiam nada e foram praticamente para a faculdade aprender, quais crianças de 5º ano.

Aproveitando a deixa, guardei todas as folhas que me foram dadas nas aulas da faculdade, pois como eu sabia que o meu namorado não sabe muito de inglês, iam ser úteis para quando ele quisesse de livre vontade que eu lhe ensinasse, e assim foi.

Comecei a rever com ele, no Sábado passado, várias coisas.
O verbo to be, fazer a negativa e a interrogativa com ele.
As cores ele sabe bem, os números dei-lhe só umas dicas e ele já as captou, os dias da semana, custa-lhe a recordar um ou dois, sendo o Sábado e Domingo, os que mais facilmente lhe vêm à cabeça. Espertinho :P

No Domingo à noite, estávamos nós numa nova matéria. Expliquei-lhe a diferença entre o : this, that, these e those e começámos a falar sobre a cidade.
Onde ele vivia e para dizer se a cidade era grande, pequena, barulhenta, se tinha parques e por aí.

(Sim, eu sei que é o básico, mas para ele relembrar, não há nada melhor)

Chegou a uma parte e disse:

It have good beaches (e aqui começou-se a rir, pois a pronuncia é a mesma e ele não sabia se estava mesmo a dizer praias se estava a dizer "cabra/p*ta). Eu ri-me também e dise-lhe: eu vi logo que tinha boas beaches.
E ele: olha pera, e como se diz travesseiro de dormir? (por causa dos travesseiros de Sintra)
eu: bem, as almofadas dizemos pillow.
Ele: então é isso! It haves good beaches and pillows.
eu: eu vi logo que Lisboa te fazia lembrar beaches e pillows :P

A nossa cabeça estava a levar a coisa para o lado da badalhoquice, claro, e só nos ríamos =P

Eramos nós a pensar: bem se dizemos isso assim aos estrangeiros, nunca mais saem de cá :P


11 comentários:

ádescávir disse...

Ahahahahahahahahahah!!! Adorei :P

Mas é bom, assim relembras te tu e ele :D

Opinante disse...

Uma pessoa quando não pratica esquece, pelo menos falo por mim :P Mas basta um bocadinho para as coisinhas virem à memória a pouco e pouco!

Aislin disse...

LOLOLOL!!
Estou a ver a festa!!

Olha, quanto ao peso, bom...
Pelo que pude pesquisar é normal os vegetarianos engordarem.
A única justificação que encontro é que, como tenho tanto medo de ficar com falta de nutrientes, acho que acabo por comer um pouco mais do que devia (no que diz respeito a carbohidratos...) enfim.
Por isso é que marquei a nutricionista...mas desconfio que devia ter marcado uma nutri-vegan mesmo... a ver como corre, é ela que tem estado com a minha mãe nos últimos anos. Ela perdeu bastante peso (se bem que agora engordou um pouco outra vez) mas pronto... o normal.
Se vir que não está a funcionar procuro mesmo uma vegetariana (há uma perto de minha casa mas o preço da consulta é tão cara!!!!!)
O ganhar de massa muscular pesa sim senhor, mas não justifica a dificuldade em apertar as calças LOL =) Enfim, pesei-me hoje de manhã depois do treino e tendo em conta a última vez que me pesei (que não cheguei a por na pesagem do blog porque fiquei com vergonha) acho que esta semana não estou a ir mal... a ver! =)
(este comentário dava um post! lol)

Relativamente ao outro assunto.. começo a duvidar que algum dia chegue a minha vez! A verdade é que estou a ficar com um mau feitio do caraças, não faço novos conhecimentos e nem tenho paciência para isso! eheheh

E percebo a tua decisão de não ires viver já com o teu namorado. Realmente, para teres que viver à custa de outra pessoa, mais vale ficar em casa.
MAs tens razão, a estgnação de uma relação não é boa, mas torço para que vocês sejam fortes e resistam às dificuldades! Não se deita uma relação tão longa para o "lixo" assim de qualquer maneira.
Espero que consigas alguma coisa muito em breve!!!

O meu aniversário está aí mesmo quase e não quero!!!!!!!!
Ainda não decidi o que fazer.

Beijinhos querida!!!

Vera, a Loira disse...

Agora fizeste-me rir...


Eu estudei 3 anos de Alemão, tirei positivas, passei no exame nacional e acredites ou não, não sei nada, nem uma palavra, nicles, rien, niente.

Corina de Oliveira disse...

ahahahah xD fantastico

An@ disse...

Lol... isso vai por ai um inglês e tanto!!!!
Eu falo inglês praticamente tão bem como o português, mas isto porque no meu trabalho falo/leio/escrevo todos os dias inglês. Doutra maneira também acredito que se vai perdendo quando não praticamos, né!
Continuação de boas lições!
Bjocas

estrela disse...

mas que rica professora temos aqui!!!

Pérola disse...

Aprender inglês pode ser bem divertido.

tens jeito para professora.
Não aconselho na conjetura atual, mas estás a ir pelo caminho correto.
Ou é o aluno sobredotado?

Kiss

XL disse...

Assim não se safam se emigrarem...
Sempre me desenrasquei muito bem no Inglês, melhor a falar do que a escrever, e faz me confusão haver pessoas que não atinam com o Inglês, não percebo...

R. del Piño disse...

Whenever you need some help, you may call me. ;-)

Xs disse...

Só no liceu é que comecei a ser boa aluna a inglês.
Desde então, ler e escrever é o prato do dia.
Oralmente é que não tenho praticado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...