Daisypath Anniversary tickers

Daisypath Anniversary tickers

sexta-feira, novembro 13

Casa

Ora basicamente, assim que entrei neste trabalho e soube que há a possibilidade de ficar efectiva, não penso noutra coisa.
Comprar casa.

E é o tal medo que eu tenho. O medo de arriscar.

Não sei se comprarei sozinha, se com o namorado, que têm havido discussões que como eu não vou para a zona dele, que odeio, ele não vem para a minha.
Mas quase de certeza que lhe mudo a opinião, se não, cada um segue a sua vida.

Mas começo a pensar e eu sem carro e tudo mais, dá-me jeito aqui por causa dos transportes e meto-me em todo o lado rapidamente!

E sair daqui e ir para a zona dele, implica acordar ainda mais cedo, apanhar mais transportes durante horas, gastar ainda mais dinheiro...
E ele, no trabalho dele, apesar de ficar efectivamente mais longe, mas estamos precisamente a meio para os dois lados, em relação ao trabalho! E vai de carro ou de mota, se se meter nisso.

Eu não queria sair daqui também por causa da minha mãe. Com tantos problemas de saúde, sozinha, nunca ninguém faz nada por ela e eu sinto que realmente eu só vou ficar descansada se ficar perto dela.

Não quer dizer que não saia de casa, que não arrisque!
Mas posso ficar aqui pertinho.

Mas lá está a tal falta de apoio da família que não se chega a frente e diz mete-te numa casa.
Não sais do trabalho sem teres outro claro. Mas se correr mal, ajudamos-te....

Nada.

Eu admito, tenho medo. Comprar casa é um passo gigantesco! Não o quero dar maior que a perna.

Mas queria mesmo arriscar.

Mas e se fico sem trabalho?
Lá está é um risco, é dinheiro que vou gastar a comprar casa e depois se a tenho que devolver ao banco?????

Mas como eu ando a fazer de tudo para ficar efectiva e depois de efectiva, se arranjar melhor com os conhecimentos todos que na altura já terei, excelente, se não, fico-me por ali, ao menos já está "fixo"

Ai vida.

Já reduzi e muito os meus objectivos em relação à casa, para se tornar mais possível comprar uma...
Mas como efectiva só daqui a 1 ano ou 1 ano e meio....

Vamos lá ver como corre!


8 comentários:

Leonor disse...

E um carro? Não está nos teus planos?

PINTA ROXA disse...

Não sei se serei boa conselheira já que sempre arrisquei e me atirei de cabeça, com medo sim mas um empurrão daqui outro dali tenho conseguido vencer.
Eu arriscava.
Não precisas de comprar logo uma grande casa (se visses como era a minha primeira casa...) Vai aos poucos, em passos pequenos, depois arranjas, mudas pintas, trocas, mas tens o teu canto. E se fosse eu ( com as duvidas que tens..) comprava sozinha ( fui escaldada uma vez compramos casa a dois, e quando foi vendida nem um tostão eu vi, tambem era nova e não me soube mexer...enfim).
pensa, medita e vais encontrar uma solução á tua medida.
beijocas

Inês Direito disse...

Se eu fosse a ti só me preocupava realmente com isso se viesse a ficar efectiva até lá ia pensando e falando dessa possibilidade com o namorado para já haver um consenso na altura de dar o passo em frente!
beijinhos
http://direitoporlinhastortas-id.blogspot.pt/

MC disse...

Olá!

Conheço bem essa sensação.
Também estou na luta pelo meu cantinho, mas tem sido muito difícil.
Todos os dias luto um pouco para concretizar esse objectivo, mas como estou sozinha na luta e com baixos rendimentos, a coisa tona-se ainda mais complicada. Mas um dia chego lá...
Entretanto vou partilhando aventuras lá no meu espaço. :-)

Beijinhos e boa continuação

Opinante disse...

E se alugares até perceberes se tens a estabilidade que necessitas?

Gelatina de morango disse...

Não é mesmo uma decisão fácil de se tomar.

Aiaminhavida 1989 disse...

Ola amiga!Vou dar te 2 opções:
1- Espera realmente ficares efectiva e quando isso acontecer, compra casa sozinhaaaaaaa porque hoje tas com ele amanha nao vais estar e depois eh uma chatice com a venda da casa!
2- Aluga uma casinha primeira e vê como a experiencia corre!
bjocas.

Cátia Martins disse...

Olá!
Concordo com a selma do "ai a minha vida".
Beijinho

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...