Daisypath Anniversary tickers

Daisypath Anniversary tickers

terça-feira, novembro 10

Pânico ou não, mas está lá

Como vos disse, Sexta fui ao ginásio e acabei a chorar enquanto tomava banho.
Ao menos ninguém viu.

Sábado, deu-se-me um ataque fortíssimo, comecei a chorar do nada e estava a ver que era complicado parar. Comecei a sentir braços e pernas dormentes e mal me conseguia mexer.
Mas lá parou, ao fim de 1 hora e com meio comprimido no bucho.

E eu realmente não sei explicar a ninguém o porquê, só talvez quem já tenha passado pelo mesmo me entenda a mim, sem ser preciso falar muito.

O namorado pergunta, eu já disse que pode ser da tiróide e Deus queira que seja, mas não sei. Só dia 27 de Janeiro tenho consulta por isso até lá, é aguentar.

Mas aquilo que sinto, realmente não sei se é ataque de pânico, ataque de ansiedade, se sou só eu armada em parva (também é possível).

Começo por sentir o coração a bater mais rápido, a respiração a ficar alterada, a garganta num movimento quase único a fechar-se ou a contrair-se e aqui é que começo com a sensação que estou sem ar.
Começo a chorar antes ou depois disto.




Pois há medo também associado, que não me volte a controlar, que tenha disto muitas vezes, que nunca mais passe... Que as pessoas se fartem.

Os braços e pernas dormentes, não é novidade com os nervos, mas assim nestes ataques é.


Mas admito que não sei mesmo explicar o porquê de ter começado a chorar e claro, as pessoas podem ficar a achar que estou a fingir, que é um exagero, mas não tenho mesmo controlo.


E posso começar a ficar nervosa do nada, e basta irritarem-me com algo e choro.
Eu faço um esforço enorme mas nem sempre consigo =(

Alguém me entende por estas bandas?


5 comentários:

Inês Direito disse...

As hormonas podem provocar reacções estranhíssimas que são quase impossíveis de controlar! É realmente triste é que o nosso sistema de saúde não consiga actuar mais depressa e as pessoas tenham de enfrentar o dia-a-dia sem saber o que têm e por vezes com bastantes limitações! Espero mesmo que fiques boa depressa e que se descubra o que se passa!
beijinhos
http://direitoporlinhastortas-id.blogspot.pt/

Marisa Reis disse...

Perfeitamente... à um ano e meio atrás estive desse modo, até que resolvi sair do sítio onde trabalhava à 8 anos e meio... um ano depois estou bem melhor mas foram vários anos até chegar a esse ponto que me deixou a tomar um medicamento para o coração para o resto da vida. No meu caso foi um acumular de situações, os 2 abortos que tive no espaço de um ano e meio, a doença do meu pai(primeiro o cancro e depois o enfarte), os conflitos com a minha "querida" ex-patroa, os "amigos" que tanto o eram como não... e acabei por entrar numa onda de tristeza que não conseguia explicar. Mesmo agora, por vezes fico dessa forma, mas ao fim de algumas horas passa quando antes estava assim semanas.

Força linda que tudo se há-de resolver.

Bjs

Miguel Pereira disse...

Está visto que isso nos últimos dias não tem andado bem, mas calma as coisas vão melhorar. Vais ver que isso não passa de uma má fase, a consulta vai acabar por dar uma boa ajuda pena ainda demorar tanto. Muita força e as melhoras :)

http://ummarderecordacoes.blogs.sapo.pt/

Aiaminhavida 1989 disse...

Claudia, eu entendo te perfeitamente!
Hoje em dia tenho esses ataques de pânico se assim podemos chamar!
Tem dias que nao quero sair de casa com MEDO!!!
Mas medo do quê?Eu meto me a chorar feita parva que nao quero dar me com as pessoas, eu so quero ficar em casa quietinha no meu canto!
E choro, choro,choro e nao consigo parar!
Depois logo faço um post no meu blog sobre o assunto.

Cátia Martins disse...

Olá! A mim dava e dá esses "ataques", mas a mim é devido à depressão.
Nada melhor que um médico te avaliar.
Esses ataques podem ser muitas coisas...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...